Folhado de Loulé continua na corrida para ser uma das “7 Maravilhas Doces de Portugal®”

Publicado em 01 Julho 2019 por RUA

Já é possível votar no Folhado de Loulé para que, aquele que é um dos mais identitários doces do Concelho de Loulé, tenha uma participação na grande final das 7 Maravilhas Doces de Portugal®.

A votação irá decorrer até 16 de agosto, data do programa realizado no distrito de Faro. As várias etapas do apuramento por distrito poderão ser acompanhadas em direto através da RTP1.

O Folhado de Loulé foi analisado por um painel de especialistas que selecionou os primeiros 21 candidatos por distrito e, numa fase posterior, os 7 finalistas por distrito.

Nesta fase a escolha do público é determinante e é feita através de votação telefónica. Cada chamada tem um custo de 0,60€ + IVA, podendo votar-se as vezes que se quiser.

Para votar no Folhado de Loulé o telefone é o 760 107 138.

A Câmara Municipal de Loulé é a responsável pela candidatura do Folhado de Loulé às 7 Maravilhas Doces de Portugal®.

Esta é uma oportunidade para tornar esta iguaria num dos mais conceituados doces do país e, simultaneamente, projetar a gastronomia, neste caso particular a doçaria do Concelho de Loulé, enquanto vertente importante da atividade turística local.

 

História do Folhado de Loulé

 

O Folhado de Loulé surgiu nas primeiras décadas do século XX, fruto de encontros e desencontros de jovens raparigas que trabalhavam em casas das famílias economicamente favorecidas, que adquiriam conhecimentos de culinária, às vezes no Algarve, outras vezes no Alentejo, ou em outras regiões do país.

Duas mulheres foram fundamentais para a história do folhado de Loulé: Lídia da Costa Guerreiro Lopes e Maria Pires. Maria, que foi trabalhar para casa de Lídia Lopes, terá herdado da mãe o prazer da cozinha e terá aprendido a arte de fazer folhados algures na Figueira da Foz, próximo de Coimbra.

Foi na grande bancada forrada de chapa de latão da cozinha da casa de Lídia que Maria experimentou a sua especialidade, estendeu a massa, dobrou-a e recheou-a, criando a mística à volta dos seus folhados, de sabor único, trabalhados com a calma e a austeridade do rigor laboratorial da boa doçaria. Quando o marido de Lídia, o médico Bernardo Lopes, decidiu abdicar do trabalho de Maria, esta não desistiu e com a ajuda das irmãs continuou a preparar os seus folhados em casa, e a cozê-los no forno da “Zefita”, onde entravam pelas traseiras da Avenida José da Costa Mealha, ao longo da madrugada para que, de manhã, fossem vendidos pelas irmãs, ainda quentes, e com um odor aconchegante a cozinha familiar, nos principais cafés da vila de Loulé: o Calcinha, o Barreiros, o Avis, o Avenida, o Vitória, o Faz-Tudo e a Franca.

As irmãs, muitas vezes coadjuvadas pelos filhos, desciam a Avenida, carregando tabuleiros tapados com panos alvos, e toda a gente sabia quando passavam. À tarde, voltava-se à mesma labuta, ao mesmo circuito. E a hora do chá, acompanhada com um folhado, fazia parte do quotidiano do contexto urbano da vila, numa dinâmica comercial, económica e financeira que ficou na memória de muitos louletanos.

O Folhado de Loulé foi uma aventura que começou mesmo no coração de Loulé mas que pretende agora estender-se a todo o país.

  • twitter
  • facebook
  • myspace
  • google
  • aim
  • blinklist
  • blogger
  • blogmarks
  • buzz
  • connotea
  • delicious
  • digg
  • diigo
  • fark
  • friendfeed
  • furl
  • linkedin
  • live
  • livejournal
  • magnolia
  • mixx
  • netvibes
  • netvouz
  • newsvine
  • propeller
  • reddit
  • slashdot
  • stumbleupon
  • technorati
  • yahoo

Comentários fechados.

 
Destacar permite ouvir enquanto navegas na página. Essencial para quem usa Firefox
Destacar permite ouvir enquanto navegas na página. Essencial para quem usa Firefox
Destacar permite ouvir enquanto navegas na página. Essencial para quem usa Firefox
Destacar permite ouvir enquanto navegas na página. Essencial para quem usa Firefox
Destacar permite ouvir enquanto navegas na página. Essencial para quem usa Firefox
 
Fev
21
Sex
10:30 Exposição “The eyes are not here” @ Galeria Trem - Faro
Exposição “The eyes are not here” @ Galeria Trem - Faro
Fev 21@10:30_18:00
Exposição “The eyes are not here” @ Galeria Trem - Faro
Até 28 de março a Galeria Trem recebe a Exposição “The eyes are not here”. Inspirado em “The Hollow Men” de T.S. Elliot, o artista Orlando Franco leva o público numa viagem imersiva através da[...]
15:25 “A Reconquista de Olivenza” no C... @ Cineteatro Louletano
“A Reconquista de Olivenza” no C... @ Cineteatro Louletano
Fev 21@15:25_16:25
"A Reconquista de Olivenza" no Cineteatro Louletano @ Cineteatro Louletano
Sexta e sábado, sobe ao palco do Cineteatro Louletano “A Reconquista de Olivenza”. A história de Olivenza, parcela alentejana do território português ocupada em 1801 por Espanha, conta-se em palco num exercício fantasioso sobre o[...]
21:30 20º Festival Al-Mutamid com Shar... @ Silves e Albufeira
20º Festival Al-Mutamid com Shar... @ Silves e Albufeira
Fev 21@21:30_23:00
20º Festival Al-Mutamid com Sharq Wa Garb @ Silves e Albufeira
No fim de semana o 20º Festival Al-Mutamid passa por Silves e Albufeira com a atuação de Sharq Wa Garb. Este é um grupo de música e dança do Médio Oriente e Magrebe, formado por[...]
Fev
22
Sáb
10:30 Exposição “The eyes are not here” @ Galeria Trem - Faro
Exposição “The eyes are not here” @ Galeria Trem - Faro
Fev 22@10:30_18:00
Exposição “The eyes are not here” @ Galeria Trem - Faro
Até 28 de março a Galeria Trem recebe a Exposição “The eyes are not here”. Inspirado em “The Hollow Men” de T.S. Elliot, o artista Orlando Franco leva o público numa viagem imersiva através da[...]
15:25 “A Reconquista de Olivenza” no C... @ Cineteatro Louletano
“A Reconquista de Olivenza” no C... @ Cineteatro Louletano
Fev 22@15:25_16:25
"A Reconquista de Olivenza" no Cineteatro Louletano @ Cineteatro Louletano
Sexta e sábado, sobe ao palco do Cineteatro Louletano “A Reconquista de Olivenza”. A história de Olivenza, parcela alentejana do território português ocupada em 1801 por Espanha, conta-se em palco num exercício fantasioso sobre o[...]
21:30 “Diz-me António” no Centro Cultu... @ Centro Cultural de Lagos
“Diz-me António” no Centro Cultu... @ Centro Cultural de Lagos
Fev 22@21:30_23:00
“Diz-me António” no Centro Cultural de Lagos @ Centro Cultural de Lagos
Sábado, o Centro Cultural de Lagos recebe “Diz-me António”. O poema, o corpo, a voz, a música, o público, um público que será voz, um corpo que será poema, um poema feito região. ‘Diz-me, António’[...]
21:30 20º Festival Al-Mutamid com Shar... @ Silves e Albufeira
20º Festival Al-Mutamid com Shar... @ Silves e Albufeira
Fev 22@21:30_23:00
20º Festival Al-Mutamid com Sharq Wa Garb @ Silves e Albufeira
No fim de semana o 20º Festival Al-Mutamid passa por Silves e Albufeira com a atuação de Sharq Wa Garb. Este é um grupo de música e dança do Médio Oriente e Magrebe, formado por[...]
21:30 Paulinho Lemos: Saudades do Bras... @ TEMPO - Portimão
Paulinho Lemos: Saudades do Bras... @ TEMPO - Portimão
Fev 22@21:30_22:45
Paulinho Lemos: Saudades do Brasil em Portugal no TEMPO @ TEMPO - Portimão
Sábado o TEMPO recebe Paulinho Lemos: Saudades do Brasil em Portugal. Um concerto de Carnaval com um ensemble de músicos portugueses e brasileiros residentes na região algarvia, como Vasco Ramalho na marimba, liderados pelo prestigiado[...]
23:00 The Legendary Tigerman no Bafo d... @ Bafo de Baco - Loulé
The Legendary Tigerman no Bafo d... @ Bafo de Baco - Loulé
Fev 22@23:00_23:45
The Legendary Tigerman no Bafo de Baco @ Bafo de Baco - Loulé
Sábado, o Bafo de Baco recebe em concerto The Legendary Tigerman. Inspirado no velho formato de one-man-band nascido nas margens do Delta do Mississipi”. É assim que começa o press release de The Legendary Tigerman.[...]
Fev
23
Dom
todo o dia “Em canto pela Via Algarviana” e... @ Alcoutim
“Em canto pela Via Algarviana” e... @ Alcoutim
Fev 23 todo o dia
“Em canto pela Via Algarviana” em Alcoutim @ Alcoutim
Domingo, Alcoutim recebe “Em canto pela Via Algarviana”. O evento alia música coral de diversas origens, com passeios em troços específicos da Via Algarviana, por diferentes municípios algarvios. É um projeto que visa associar o[...]
Fev
25
Ter
10:30 Exposição “The eyes are not here” @ Galeria Trem - Faro
Exposição “The eyes are not here” @ Galeria Trem - Faro
Fev 25@10:30_18:00
Exposição “The eyes are not here” @ Galeria Trem - Faro
Até 28 de março a Galeria Trem recebe a Exposição “The eyes are not here”. Inspirado em “The Hollow Men” de T.S. Elliot, o artista Orlando Franco leva o público numa viagem imersiva através da[...]
21:30 “O Filme do Bruno Aleixo” – Cine... @ IPDJ - Faro
“O Filme do Bruno Aleixo” – Cine... @ IPDJ - Faro
Fev 25@21:30_22:45
“O Filme do Bruno Aleixo” - Cineclube de Faro @ IPDJ - Faro
Terça-feira o Cineclube de Faro exibe “O Filme do Bruno Aleixo”. Bruno Aleixo, a personagem cómica que parece uma mistura entre um cão e um ewok (criatura do universo “Star Wars”), tem 62 anos, é[...]
Newsletter
  1. Aguardamos os teus comentários e Sugestões