Arquivo | Música

Red Hot Chili Peppers juntam-se ao cartaz do NOS Alive’21

Publicado em 08 Julho 2020 por RUA FM

A 14ª Edição do NOS Alive está de volta nos dias 07, 08, 09 e 10 de julho de 2021, no Passeio Marítimo de Algés.

A 365 dias da abertura de portas, o festival junta ao cartaz uma grande confirmação: no dia 8 de julho os Red Hot Chilli Peppers sobem ao placo NOS para uma atuação que promete ficar marcada na história.

Com mais de 100 milhões de discos vendidos, os RHCP são considerados umas das maiores bandas de sempre do universo rock. Com mais de 30 anos de existência, a banda composta por Anthony Kieds, Flea, Chad Smith e com o recente retorno do John Frusciante em 2019, nas redes sociais afirmam: “We also announce, with great excitement and full hearts, that John Frusciante is rejoining our group”.

A esta enorme surpresa, aos já anunciados Da Weasel, juntam-se ainda ao cartaz em 2021: Alt- J, Two Door Cinema Club, Angel Olsen, Caribou, Parcels, Black Pumas, Fontaines D.C., Nothing But Thieves, Moses Sumney, Hobo Johnson and The Lovemakers, Alec Benjamin, Seasick Steve e Sea Girls e muito mais a confirmar.

Comentários fechados em Red Hot Chili Peppers juntam-se ao cartaz do NOS Alive’21

Festival Regresso ao Futuro > 20 Junho > 21 Artistas > 21 Teatros

Publicado em 08 Junho 2020 por RUA FM

20 é o número mágico que vai voltar a ligar o som e a acender as luzes dos Teatros Municipais, resgatando-nos ao silêncio e ao afastamento a que a Covid-19 nos votou: no dia 20 de Junho de 2020, às 21H30, 21 artistas portugueses e 21 Teatros Municipais celebram o Regresso ao Futuro. Os bilhetes têm o preço único de 10€ e estão à venda a partir de terça-feira, 9 de Junho, nos locais habituais e nas bilheteiras dos Teatros.

Regresso ao Futuro reafirma a vocação decisiva dos Teatros Municipais para a sustentabilidade da cultura em Portugal, a sua importante contribuição para a circulação artística, agindo como um catalisador de esperança, resiliência e confiança para o público, sempre dentro das regras sanitárias em vigor.

É, simultaneamente, também um acontecimento solidário que une e mobiliza os Teatros Municipais, os artistas, as equipas técnicas, a organização da Sons em Trânsito e o público numa frente comum que culmina na entrega das receitas de bilheteira ao Fundo de Solidariedade para a Cultura, criado pela Audiogest (associação que representa produtores musicais) e GDA (Gestão dos Direitos dos Artistas), destinado a todos os profissionais dos setores das artes.

O objetivo deste fundo é apoiar financeiramente, até ao limite das disponibilidades, profissionais (incluindo profissionais independentes e trabalhadores) do setor cultural, que se encontram a braços com uma crise sem precedentes, tantos deles arredados dos apoios públicos, precisamente fruto da precariedade estrutural do setor.

Tratar-se-á, não de um apoio à produção, mas de um verdadeiro auxílio solidário de emergência que procurará dar prioridade àqueles que têm maiores necessidades económicas. Em determinadas condições poderão ser apoiadas algumas empresas do setor, sempre com o objetivo e condição da manutenção dos postos de trabalho.

O público é ainda convidado a levar alimentos não perecíveis para entrega nos Teatros, que serão recolhidos e distribuídos pela União Audiovisual junto dos profissionais dos setores das artes que se encontram em situação de maior vulnerabilidade alimentar.

 

Regresso ao Futuro
https://www.facebook.com/festivalregressoaofuturo
https://www.instagram.com/festivalregressoaofuturo/

Comentários fechados em Festival Regresso ao Futuro > 20 Junho > 21 Artistas > 21 Teatros

Tags: , , , ,

Dino D’Santiago atua no Campo Pequeno

Publicado em 29 Maio 2020 por RUA

A música de Dino D’Santiago regressa aos palcos no próximo dia 6 de junho, no Campo Pequeno, para apresentar pela primeira vez ao vivo o seu novo álbum ‘KRIOLA’.

Depois do sucesso de ‘Mundu Nôbu’, que colocou o artista nas bocas do mundo e na escrita internacional de publicações como a norte-americana Rolling Stone e a brasileira Folha de São Paulo, a voz de ‘Nova Lisboa’ assume que ‘KRIOLA’ é o seu álbum mais ativista, onde a Morabeza da linha de Sintra fixa que o crioulo é a segunda língua mais falada na capital portuguesa.

Temas como ‘Kriolo’ (feat Julinho KSD) ou ‘Roda’ vão fazer parte desta celebração tão esperada, contagiando o público com os ritmos criados entre Londres e Lisboa, canções de voz envolvente, filtros electrónicos e ritmos como o batuque ou o funaná.

Depois de mais de dois meses em silêncio, o Campo Pequeno volta a abrir as suas portas para receber Dino D’Santiago, um dos atuais nomes incontornáveis da música portuguesa.

Comentários fechados em Dino D’Santiago atua no Campo Pequeno

O sonho da 14.ª edição do NOS Alive continua nos dias 07, 08, 09 e 10 de julho 2021

Publicado em 20 Maio 2020 por RUA FM

Este será o primeiro julho sem NOS Alive.

Foi aprovada na especialidade a proposta de Lei do Governo Português que determina a proibição da realização de grandes eventos até o dia 30 de Setembro de 2020.

Apesar de estarmos conscientes de que esta é a melhor decisão, é com profunda tristeza que este será um verão sem festivais. Trabalhámos muito nos últimos meses em todos os cenários e possibilidades com o Governo Português, Autoridades Competentes, e na partilha de opiniões entre festivais no seio da APEFE – Associação Promotores Espetáculos, Festivais e Eventos.

Tivemos sempre como prioridade a proteção e segurança do nosso público, dos artistas, patrocinadores e parceiros, fornecedores, de toda a equipa e colaboradores do NOS Alive. A todos que estão a sentir o mesmo que nós, um muito obrigado e uma palavra de força, pois só unidos iremos ultrapassar este momento para voltarmos a estar juntos no próximo ano.

O sonho da 14ª Edição do NOS Alive continua nos dias 07, 08, 09 e 10 de julho de 2021, no Passeio Marítimo de Algés. Mantemo-nos otimistas e mais fortes do que nunca a trabalhar para que esta seja a melhor de sempre. E é fazendo jus à nossa assinatura que queremos manter o melhor cartaz. Sempre!

Para já, é com grande orgulho que confirmamos o regresso dos Da Weasel aos palcos, para um concerto único e exclusivo, sábado, dia 10 de julho de 2021, no Palco NOS.

Em breve daremos informações sobre a utilização dos bilhetes adquiridos para o NOS Alive 2020, em conformidade com a Lei a publicar.

Comentários fechados em O sonho da 14.ª edição do NOS Alive continua nos dias 07, 08, 09 e 10 de julho 2021

Tags: , ,

Kumpania Algazarra lançam álbum Live

Publicado em 18 Maio 2020 por RUA

Mestres na arte de transformar cada espectáculo na mais louca e inesquecível festa, os Kumpania Algazarra lançam no próximo dia 19 de junho o seu 7º álbum, Live, um registo gravado ao vivo que conta com a participação especial de Ikonoklasta (Luaty Beirão) no tema ‘Actuality’, o primeiro single do disco com um vídeoclip gravado nas Azenhas do Mar.

Os temas foram gravados ao longo de 2019 em diversos concertos de celebração dos seus 15 anos de existência e cristalizam para sempre os momentos vividos no palco na Festa do Avante, na Feira da Luz em Montemor-o-Novo, no MusicBox, nas Festas de São Lourenço nas Azenhas do Mar, no Festival do Caracol em Castro Marim e na Festa da Liberdade no Porto.

Os Kumpania Algazarra nasceram nas ruas de Sintra em 2004 e estar frente a frente com o público faz parte da sua identidade desde o início. É ao vivo que a banda mostra a sua potência máxima. Saltimbancos por natureza, filhos da rua por destino, estes músicos apaixonados em permanente folia, trazem na bagagem quase duas décadas de estrada, palcos, romarias, festivais e festas, pondo sempre toda a gente a dançar.

Trazem tatuadas na pele influências musicais de todas as cores, formas, geografias e latitudes, do ska ao folk, dos ritmos latinos ao funk e ao afro, do reggae às inebriantes melodias dos Balcãs. Enérgicos e vibrantes, já levaram a sua música aos quatro cantos do mundo, actuando em diversos países como a Bélgica, Itália, Suíça, Brasil, França, Espanha, Macau, Reino Unido, Sérvia, entre tantos outros.

Em 2019 comemoraram 15 anos de vida e para assinalar e celebrar a data, a banda gravou este álbum ao vivo onde reúnem temas de todos os discos editados até ao momento. Festa rija dura mais do que um dia e, ao longo do ano, a banda tem vindo a organizar várias iniciativas e passatempos nas redes sociais numa constante celebração deste aniversário.

Para o final de 2020 está ainda programado o lançamento de um álbum de remisturas produzidas por diversos artistas nacionais e internacionais durante o período de reclusão da pandemia.

Créditos Fotográficos: Cátia Bosa

 

 

Comentários fechados em Kumpania Algazarra lançam álbum Live

Iron Maiden adiam concerto no Estádio Nacional para 21 de Junho de 2021

Publicado em 07 Maio 2020 por RUA FM

De acordo com as recomendações da Direção-Geral de Saúde em resposta à pandemia do novo coronavírus, o concerto dos IRON MAIDEN inserido na digressão Legacy of the Beast e agendado para 23 de julho de 2020, no Estádio Nacional, foi adiado para 21 de junho de 2021.

Os convidados especiais Within Temptation e a banda de suporte Airbourne estão confirmados nesta nova data. Os bilhetes já adquiridos mantêm-se válidos.

A banda, a Prime Artists e todos os envolvidos apoiam as recomendações da Direção-Geral de Saúde na certeza de que a saúde e segurança de todos são as questões mais importantes.

 

Comentários fechados em Iron Maiden adiam concerto no Estádio Nacional para 21 de Junho de 2021

Músicos juntam-se em associação nacional inédita

Publicado em 29 Abril 2020 por RUA FM

A atual pandemia da Covid-19 representa a pior crise de sempre para a música portuguesa, bem como para todo o sector cultural. Os músicos foram dos primeiros a paralisar a sua atividade e serão dos últimos a retomá-la em pleno. Com efeito, e com essa preocupação em mente, no passado dia 14 de Março, os músicos Miguel Gameiro, Boss AC, Marisa Liz, Nelson Rosado, Pedro Fernandes Martins e Tiago Pais Dias, formaram nas redes sociais um grupo para que, juntos, pudessem debater e procurar soluções para a crise que se começava a viver.

Ao pequeno grupo rapidamente se juntaram muitos outros músicos e hoje, são quase quatro mil que partilham o objectivo de procurar soluções para valorizar e regulamentar a carreira de músico, uma profissão mais precária do que nunca, sujeita a uma grande sazonalidade e que carece de apoios.

Assim nasceu o AMP, um movimento informal de músicos em crise, reunidos online.

O nome inicialmente fazia referência à palavra “amplificador”, mas passou a ser a sigla de “Associação dos Músicos de Portugal”.

O mote foi o confinamento e a consequente quebra total de rendimentos dos músicos mas a perspectiva do grupo é de continuidade e de futuro, num movimento apartidário de músicos, autores e instrumentistas que não olha a géneros, a estilos ou a mediatismo.

A equipa coordenadora do AMP, constituída pelos seis elementos fundadores, para além de outras iniciativas e reuniões promovidas no último mês e meio, foi recebida pelas direcções da SPA (Sociedade Portuguesa de Autores) e com a GDA (Gestão dos Direitos dos Artistas), tendo-lhes apresentado ideias resultantes dos contributos dados por todos os membros do movimento, por forma a que essas instituições pudessem interceder junto do Ministério da Cultura e do Governo na procura de soluções

Segundo a equipa, tornou-se evidente a falta de uma associação de expressão nacional forte, plural e dinâmica que pudesse representar todos os músicos, tal como se tornou inevitável a consequente constituição legal da Associação dos Músicos de Portugal. Apesar dos constrangimentos que impedem que as reuniões sejam presenciais, a associação está no processo de ser constituída legalmente e funcionará em pleno ainda em 2020.

Comentários fechados em Músicos juntam-se em associação nacional inédita

Festival “Compor em Casa” junta Tainá a Carolina Deslandes, Márcia e Tiago Bettencourt, entre muitos outros artistas, a partir de hoje, no Instagram

Publicado em 20 Abril 2020 por RUA FM

Tainá criou o festival on-line “Compor em Casa” como forma de responder às muitas pessoas que querem saber mais sobre a sua forma singular de compor. A partir de hoje, 20 de Abril, e até 24 de Abril, todas as noites, entre as 19H00 e as 22H00,Tainá irá explorar e reforçar laços de composição, interpretação e inspiração com os mais diversos artistas, nas respectivas páginas de Instagram, e o público está todo convidado a assistir a este processo de criatividade e partilha artística, em tempo real.

Tainá explica-nos como surgiu a ideia para o festival “Compor em Casa”: “Já estava pensando sobre composição desde que fiz o curso com o Mikkel Solnado, em que aprofundei mais o assunto. Qual o meu meio de inspiração? Escrevo a letra primeiro ou a harmonia? Foram dúvidas como essas que me levaram a criar este festival, em que convido artistas/compositores de estilos musicais distintos, portugueses e de outros países. O momento que estamos vivendo, estando todos em casa, refletindo sobre muitos assuntos é o ideal para compor. Por outro lado, muitos artistas se sentem vazios e sem inspiração. A iniciativa do festival é falar sobre composição, tirar dúvidas, trazer inspiração, ajudar quem quer evoluir. Estarei ligada uma hora com cada artista convidado, entre conversas e músicas, da minha casa para a deles, onde cada um traz uma surpresa final que fez parte do seu processo de composição. A composição é onde tudo começa. Histórias que vivemos, sentimentos que sentimos. É o que dá voz ao artista. Quero aprofundar o assunto e partilhar com as pessoas, com o público”.

 

Programa completo do festival “Compor em Casa”

Segunda-feira

19h Mikkel Solnado

20h Carolina Deslandes

21h Time For T

Terça-feira

19h Agir

20h Joana Alegre

21h Phill Veras

Quarta-feira

19h Tiago Nacarato

20h Buba Espinho

21h Kell Smith

Quinta-feira

19h Léo Middea

20h Irma

21h Tiago Bettencourt

Sexta-feira

19h Márcia

20h Left

21h Mattu Alcântara

 

Recorde-se que Tainá lançou esta semana o novo single “Caminho”, cujo video foi gravado nos Açores e nos transporta para paisagens com várias tonalidades de verde, que nestes tempos de isolamento social tornam as nossas memórias e esperanças mais vívidas. “Caminho” continua a revelar o mundo telúrico que Tainá nos apresentou em “Sonhos”, single com que se deu a conhecer e primeira amostra do seu disco de estreia, homónimo, lançado em 2019. Se “Sonhos” foi escrito na protecção do seu quarto, quando da meninice brotavam impulsos antagónicos de sede de descoberta do mundo e receio de nele se perder, já “Caminho” mostra que Tainá perdeu o medo, saiu para a rua e deu-se a metamorfose: a menina, que é agora mulher, está a cumprir o sonho de mostrar a sua mensagem ao universo e de ajudar as pessoas a sentirem-se bem, quando ouvem a sua voz e as letras e músicas que compõe e interpreta.

Com 22 anos de uma vida nómada Tainá aterrou em Portugal, vinda do Brasil natal, onde cresceu e estudou música trabalhando na escola para pagar o seu curso. A viver em Lisboa passeava um dia pelas ruas quando se juntou espontaneamente a uma jam de um grupo de músicos e foi desafiada a cantar “Corcovado”, de Tom Jobim. No final soube que se tratava da banda de Erlend Øye, dos Kings of Convenience, que no dia seguinte actuava a solo no Capitólio. Convidada a assistir ao concerto, Tainá cantava à porta da sala quando Erlend Øye a ouviu e se lhe juntou: impressionado, propôs-lhe actuar na primeira parte dos seus dois concertos seguintes em Portugal. Estes e outros factos transformam-se em histórias fascinantes quando relatados por Tainá, exímia contadora, cantora e compositora, que no seu disco de estreia começa a construir um legado musical e lírico capaz de unir os dois lados do Atlântico.

Comentários fechados em Festival “Compor em Casa” junta Tainá a Carolina Deslandes, Márcia e Tiago Bettencourt, entre muitos outros artistas, a partir de hoje, no Instagram

Lovers & Lollypops lança clube para acesso a conteúdos exclusivos e realização de concertos

Publicado em 14 Abril 2020 por RUA FM

Foi lançado o Clube Lovers & Lollypops, uma nova plataforma online, através da qual a editora e promotora portuense disponibilizará um série de conteúdos de acesso exclusivo ligados ao seu universo. Concertos, conversas, programas de autor, mixtapes curadas e acesso a edições a preço especial são algumas das possibilidades que os subscritores terão ao seu dispor. Alojado na plataforma Patreon, o Clube Lovers & Lollypops tem como principais objectivos a manutenção do trabalho de edição da editora, assim como a criação de novas alternativas de apresentação e comunicação para os músicos e artistas com quem trabalha.

O Clube Lovers & Lollypops terá 3 opções de subscrição mensal. A básica, no valor de dez euros, que dará acesso aos conteúdos digitais que serão lançados, a intermédia, no valor de 25 euros, onde, para além das novidades digitais, os utilizadores poderão escolher discos do catálogo da editora, e uma avançada, no valor de 50 euros, que permitirá o acesso a todos os conteúdos das outras mensalidades, mais um disco à escolha de uma prateleira seleccionada em outras editoras.

O arranque do clube é dado com uma grelha que integra o primeiro episódio de Help Center: An Oral Story with…, um programa mensal de conversas com alguns dos artistas que inspiram a editora que percorrerá uma história pessoal ou musical. O convidado de abril é o multinstrumentista americano Laraaji. Na vertente musical, serão disponibilizadas as gravações do concerto de apresentação de Phantone, de Angélica V Salvi, na St. James Anglican Church, uma mixtape curada por Dj Quesadilla sobre os quinze anos da Lovers & Lollypops, uma conversa-performance entre José Roberto Gomes (Killimanjaro/Solar Corona) e o brasileiro Sessa, e o acesso ao disco que juntou os portugueses Black Bombaim aos ingleses GNOD, Black Gnod – Inner Space Broadcasts Volume 3. No cinema, a proposta é para o documentário de Miguel Filgueiras rodado durante a residência de criação do disco Black Bombaim w/ Jonathan Saldanha, Luís Fernandes & Pedro Augusto.

Destaque ainda para o acesso antecipado a Sun Oddly Quiet, o segundo disco de originais do percussionista João Pais Filipe, que contará ainda com um concerto de apresentação, em streaming no dia 24 de abril. O acesso a este concerto será dado também a membros externos ao clube, através de um sistema de donativos que servirá para garantir o pagamento do artista e da equipa técnica envolvida.

Os primeiros 50 subscritores receberão, em casa, a reedição, em K7, de Um Ano de Bailarico, compêndio celebratório do primeiro ano de actividade da L&L.

Os detalhes sobre o projecto, as suas mensalidades e a programação para abril podem ser consultados no site da editora.

PROGRAMA ABRIL

 

Quarta, 15 de abril

Help Center: An Oral Story with Laraaji

 

Sexta, 17 de abril

Ovo-Surpresa: Vida Pouco Selvagem

 

Domingo, 19 de abril

Screening: Black Bombaim, de Miguel Filgueiras, realizado no âmbito da residência de criação do disco Black Bombaim w/ Jonathan Saldanha, Luís Fernandes & Pedro Augusto

 

Quarta, 22 de abril

Nova Edição: acesso antecipado a Sun Oddly Quiet, de João Pais Filipe, com opção de um download

 

Sexta, 24 de abril

CCOP e Lovers & Lollypops apresentam: João Pais Filipe

 

Segunda, 27 de abril

Ovo-Surpresa: Manual de Mixologia Caseira com Pedro Lucas

 

Quinta, 30 de abril

José Roberto e Sessa em São Paulo

Comentários fechados em Lovers & Lollypops lança clube para acesso a conteúdos exclusivos e realização de concertos

Festival MED 2020 cancelado

Publicado em 07 Abril 2020 por RUA FM

No âmbito das orientações do Plano de Contingência da Câmara Municipal de Loulé de combate ao surto do novo coronavírus no concelho, a edição deste ano do Festival MED foi cancelada.

As medidas de mitigação da Direção-Geral de Saúde que impuseram a necessidade de distanciamento social e confinamento das populações, assim como a declaração do estado de emergência pelo Presidente da República (prorrogada agora até 17 de abril) levaram a Autarquia a ponderar a realização do MED, tendo finalmente decidido cancelar o festival, face à imprevisibilidade do términus desta pandemia.

Com datas marcadas para os dias 25, 26, 27 e 28 junho, na Zona Histórica de Loulé, o 17º Festival MED não irá este ano realizar-se, ficando esta edição agendada para o final de junho do próximo ano.

À semelhança do que está a acontecer com outros festivais de música em Portugal e noutros países, a organização do MED optou pelo cancelamento do evento dada a incerteza quanto à evolução desta pandemia e visto tratar-se de uma data não muito distante, numa altura em que a situação no país e no mundo poderá ainda não estar controlada. Uma vez que o Festival MED conta todos os anos com um cartaz que integra artistas de vários pontos do Globo, a participação de alguns destes protagonistas da área da World Music poderia estar comprometida.

Recorde-se que o Festival MED é um dos principais eventos musicais realizados na região sul do país e constitui um importante elemento dinamizador da economia local.

Comentários fechados em Festival MED 2020 cancelado

 
Destacar permite ouvir enquanto navegas na página. Essencial para quem usa Firefox
Destacar permite ouvir enquanto navegas na página. Essencial para quem usa Firefox
Destacar permite ouvir enquanto navegas na página. Essencial para quem usa Firefox
Destacar permite ouvir enquanto navegas na página. Essencial para quem usa Firefox
Destacar permite ouvir enquanto navegas na página. Essencial para quem usa Firefox
 
Newsletter
  1. Aguardamos os teus comentários e Sugestões