Arquivo | Música

2ª Edição do Loulé Summer traz música em agosto

Publicado em 18 Julho 2018 por RUA

Loulé, Quarteira e Almancil recebem durante o mês de agosto a 2ª edição do Loulé Summer. Nesta época de verão que convida à descontração e ao convívio, este evento pretende proporcionar espetáculos de música e uma animação diferenciadora a todos aqueles que se encontram de férias na região algarvia, sem esquecer, naturalmente, os residentes.

O momento inaugural acontece a 4 de agosto, com a estreia do espetáculo comemorativo dos 25 anos da Ala dos Namorados. A banda do louletano Nuno Guerreiro terá como convidados outros nomes de referência da música portuguesa como Sara Tavares, com quem a Ala partilha o tema “Solta-se o Beijo”, ou Vitorino.

Depois de Camané e Katia Guerreiro, a Orquestra do Algarve junta-se este ano a Ana Bacalhau, a voz do projeto Deolinda . Aquele que será mais um concerto imprevisível, com uma fusão de géneros que trará um nova experiência ao público, acontece dia 11 de agosto, no magnífico Calçadão Nascente de Quarteira.

Numa proposta completamente diferente desta, no dia 14 de agosto o Jardim das Comunidades, ponto de encontro da vila de Almancil, recebe o concerto com David Carreira. Filho do cantor Tony Carreira, é um dos nomes maiores da música portuguesa da sua geração. No Loulé Summer traz as sonoridades atuais da pop, dance music, hip-hop ou R&B.

No dia 25 de agosto, no encerramento da 2ª edição do Loulé Summer, as atenções centram-se na cidade de Loulé, com dois momentos. A DJ Carolina Torres anima o Urban Sunset no Largo de S. Francisco, a partir das 19h00. Neste pôr-do-sol celebrado no coração da cidade, o público poderá disfrutar de um ambiente lounge ao ritmo descontraído da música chill out e eletrónica trazida pela jovem apresentadora, cantora e atriz.

Este evento encerra com a atuação de Dengaz, no Largo D. Afonso III. Aquele que é já uma referência do hip-hop nacional irá brindar o público com temas como “Dizer que não” e fazer a festa neste palco louletano.

Todas os espetáculos têm início às 22h00 (à exceção do Urban Sunset). A entrada é livre em todos os concertos, apenas na Ala dos Namorados os bilhetes têm um custo de 15 euros e podem ser adquiridos no comércio de Loulé ou em www.bol.pt

Comentários (0)

Blossoms substituem The Kooks no NOS Alive

Publicado em 13 Julho 2018 por RUA

Por motivos alheios à organização do NOS Alive, e que se prendem com a saúde do vocalista, a banda The Kooks teve de cancelar a atuação que estava marcada para amanhã, dia 13 de Julho, no palco NOS do NOS Alive às 19h50.

A banda lamenta esta ausência forçada e deixa uma mensagem para os fãs:

“Unfortunately and with great regret The Kooks will have to cancel their performance at NOS Alive this Friday. Luke is under strict doctor’s orders to rest his voice after battling bronchitis over the past few weeks. The band are truly sorry and hope to be back in Portugal as soon as possible.”

Numa substituição de última hora, os Blossoms irão preencher o lugar dos The Kooks no palco NOS.

O quinteto de Stockport, que marcou presença no ano passado no palco Heineken, passa agora para o palco maior do festival, onde nos vai apresentar o seu novo álbum, “Cool Like You”, editado em Abril deste ano.

Numa evolução sónica em relação ao LP anterior, “Cool Like You” mostra-nos um lado mais eletrónico da banda, com os sintetizadores a comandarem um som que continua a ter uma sensibilidade desconcertante.

Blossoms, que viram o homónimo álbum de estreia nomeado para o Mercury Prize, têm desfrutado de um sucesso consistente desde a sua formação em 2013, conquistando os tops, a crítica e somando nomeações.

Comentários (0)

Os Tubarões, Gazelle Twin e The Mauskovic Dance Band passam pelo Milhões de Festa 2018

Publicado em 12 Julho 2018 por RUA

São já conhecidos os sete primeiros nomes que vão compor o cartaz do festival de Barcelos. Do reencontro com os referenciais Os Tubarões, aos novos discos de Gazelle Twin e The Mauskovic Dance Band, passando pelas estreias de Warmduscher, Kink Gong e Tajak, o Milhões volta a desenhar caminhos pelas paragens diversas da música contemporânea. As vozes nacionais ficam representadas, neste primeiro anúncio, por Gonçalo.

É já longa a história d’Os Tubarões com Portugal. Liderados pelo incontornável Ildo Lobo (vocalista da banda até à sua morte em 2014) cabe-lhes um lugar histórico na luta pela independência do arquipélago entre 1974 a 1994. Em quase cinco décadas de existência lançaram oito discos que continuam a marcar toda a música que se faz com raiz na morna, coladeira e funaná. No ano em que anunciaram a edição de um novo disco, ainda sem data final de edição, voltam a Portugal para provar porque são uma das mais inter-geracionais bandas africanas.

É sob a capa artística de Gazelle Twin que Elizabeth Bernholz, produtora, compositora, performer, nos introduz à forma distópica com que analisa a realidade que a rodeia. Foi assim em Unflesh e Kingdom Come, discos em que dissecou temas como a puberdade, identidade de género e as linhas de contaminação entre o consumismo e o fascismo, é assim com Pastoral, a ser antecipado no concerto de Barcelos. Com data de lançamento para o final do mês de Setembro, o novo disco olha a Inglaterra contemporânea imersa num novo período de obscurantismo.

O “império” dos Fat White Family dá sinais de expansão até ao infinito. Ao lado de Insecure Men ou The Moonlandingz, Warmduscher são outro dos filhos mais novos da “Família”. Composta por The Saulcano, Mr Salt Fingers Lovecraft e vários ex-membros dos FWF, o colectivo parece seguir as imposições genéticas das sua ascendência: pegar num género de música tradicional e fazerem tudo o que está ao seu alcance para o destruir.

Fechado lote inicial de confirmações com a festa sul-americana dos The Mauskovic Dance Band, as explorações noise de Kink Gong, as texturas orgânicas de Gonçalo e os cruzamentos de rock dos Tajak.

Sob o tema A tradição já não é o que era, o Milhões de Festa regressa à cidade minhota entre 6 e 9 de Setembro com a promessa de se reinventar e de descobrir novos espaços para o encontro com a cidade e a experiência da música ao vivo.

Mais nomes serão anunciados nas próximas semanas.

Comentários (0)

Luís Manhita apresenta novo trabalho no Museu Municipal de Faro

Publicado em 04 Julho 2018 por RUA

No próximo dia 11 de Julho às 21h30,  nos claustros do Museu Municipal de Faro o fadista farense  Luís Manhita apresenta o seu novo trabalho discográfico, resultado da residência artística de quatro meses no “Povo Lisboa”.

Este CD resulta da passagem pela cidade de Lisboa, numa residência artística de 4 meses, promovida pelo conhecido espaço cultural” Povo Lisboa”, que resultou na edição de um álbum, que integra a colectânea Fadistas do Povo, um projecto da responsabilidade CTL – Lisbon Trend, que vai já na sua 25ª edição.

Antecipando a comemoração dos 10 anos de carreira, Luís Manhita retrata neste trabalho o seu percurso e a sua história com Fado, inspirando-se nos lugares por onde andou, nos locais onde actuou e nos  poetas e músicos com quem trabalhou. .

Pela primeira vez estreia-se como letrista de 3 temas, sendo um dos temas da autoria do Mestre António Parreira, (que acompanhou Alfredo Marceneiro, Amália Rodrigues, Tristão da Silva, António Mourão, Fernando Farinha, Carlos do Carmo, Rodrigo) que será um dos convidados especiais deste evento juntamente com António Correia no Contrabaixo, Valentim Filipe na Guitarra Portuguesa e de Tiago Valentim (direcção musical) na Viola Clássica.

O estado de alma do artista reflectem o quão importante representa para o artista este momento da sua carreira e da sua vida.

“Ao fim destes 10 anos finalmente gravei o meu primeiro trabalho a sério de fado. Este CD foi muito trabalhado, pensado, sentido e vivido. Muito do que eu sou e daquilo que o fado me deu, está aqui.”

 

Informações úteis

Contacto: luismanhitafado@gmail.com

Preço: 12 euros – Espectáculo + CD

6 euros – Espectáculo

Locais de Venda: Museu Municipal de Faro e Teatro Lethes

Comentários (0)

The Gift no NOS Alive

Publicado em 02 Julho 2018 por RUA

O cartaz do NOS Alive’18 fica agora completo com a confirmação da banda portuguesa The Gift para dia 14 de julho. Uma surpresa reservada até a este momento de aproximação da abertura de portas do NOS Alive que vai trazer ao Passeio Marítimo de Algés muita energia e garra em palco.

Após dois concertos inesquecíveis de celebração do lançamento do disco “Altar” nos Coliseus do Porto e Lisboa, os The Gift levam ao NOS Alive um concerto com um alinhamento arrojado que acompanha a carreira da banda e inclui muitas das canções que têm marcado a sua história recente.

“Altar” tem percorrido o Mundo e foi dado a conhecer a públicos na Holanda, Estados Unidos, Alemanha, Reino Unido, Espanha, Brasil e muitos outros territórios, incluindo uma recente passagem pela Rússia no contexto do Mundial 2018.

Comentários (0)

Isaura entra no top 5 de vendas nacional com o álbum “Human”

Publicado em 20 Junho 2018 por RUA

Isaura entrou diretamente para o top 5 de vendas nacional com o seu muito aguardado álbum de estreia.

Em “Human”, Isaura afirma-se como compositora, autora e produtora, tendo trabalhado também a produção de alguns temas com os Karetus, Fred Ferreira, KKingKong, Lhast, Cut Slack e Diogo Piçarra. A cantora convidou ainda o rapper Profjam, que assinou parte da letra do tema “I Keep Persisting”.

Deste primeiro álbum já são conhecidos os singles “I Need Ya”, “Busy Tone” (produzido por Lhast) e o recente “Closer”.

Sobre este “Human”, a própria Isaura explica: “Tinha uma ideia daquilo que queria contar com o álbum: queria falar dos assuntos que naturalmente fazem parte da minha vida. Queria falar da gestão do tempo, das prioridades que escolhemos e dos nossos anseios”.

Isaura apresentará as canções de “Human” no próximo dia 21 de julho no festival Super Bock Super Rock.

Comentários (0)

NOS Alive com horários fechados

Publicado em 19 Junho 2018 por RUA

Queres garantir que não perdes os teus concertos preferidos do NOS Alive’18? Confirma os horários e aproveita ao máximo os três dias do festival. Nos dias 12, 13 e 14 de julho, o Passeio Marítimo de Algés vai receber 39 horas de muita música e animação, dividida por sete palcos.

Pearl Jam, Arctic Monkeys, Queens Of the Stone Age, Jack White, The Nacional, Nine Inch Nails, Brian Ferry, Snow Patrol, Franz Ferdinand, Two Door Cinema Club, Future Islands, Friendly Fires, Portugal. The Man, At The Drive In, Mallu Magalhães, António Zambujo, Jorge Palma, Orelha Negra, Branko, Xinobi, são alguns dos nomes que completam o cartaz da 12.ª edição do NOS Alive. O festival conta com um total de sete palcos que receberão 123 atuações: Palco NOS, Palco Sagres, Palco NOS Clubbing, Palco Comédia, EDP Fado Cafe, Coreto by Arruada e Pórtico NOS Alive.

O NOS Alive é um dos principais responsáveis pela entrada de bandas emergentes no cenário musical atual e nesta edição volta a ser exemplo disso. Juntam-se ao cartaz os vencedores do EDP Live Bands Brasil e Espanha. Sound Bullet, a banda carioca de indie rock, com influências que vão do post-punk revival ao math rock, foram os grandes vencedores da 3.ª edição do EDP Live Bands Brasil e atuam dia 13 de julho no Palco Sagres. Devido à grande qualidade dos projetos a concurso no Brasil, foi ainda atribuída uma menção honrosa à jovem de Porto Alegro Bibiana Petek, que atua a 12 de julho no Palco NOS Clubbing. Já a primeira edição do EDP Live Bands em Espanha, apurou Vermú, a banda de Albacete que promete angariar fãs nesta edição do NOS Alive, o grupo atua dia 12 de julho no Palco Sagres. De referir ainda a atuação da banda vencedora do Festival Termómetro 2018, os Quarto Quarto, que sobem ao Palco NOS Clubbing no primeiro dia do festival.

Descarregar horários aqui

Comentários (0)

Best Youth editam “Cherry Domino”

Publicado em 18 Junho 2018 por RUA

Será editado na próxima sexta-feira, 22 de Junho, o aguardado novo disco de originais dos Best Youth“Cherry Domino” está a partir de hoje disponível em pré-escuta exclusiva para a imprensa, após a edição dos singles “Midnight Rain” e“Nightfalls”.

álbum é composto por nove cançõesgravadas e produzidas no Porto, por Ed Rocha Gonçalves, com excepção de dois temas: “Nightfalls”gravado e produzido em BrooklynNova Iorque, nos CRC Studios, por Patrick Wimberly, dos Chairlft, que tem trabalhos assinados para MGMTSolangeBlood Orange eBeyoncé; e “Part of the noise”, co-produzido pela banda com Luís Clara Gomes a.k.a. Moullinex.

“Cherry Domino” é um disco que explora os conflitos e inquietações internas que, num mundo de partilha e interligação, cada vez mais são escondidas e dissimuladas. As músicas estão enquadradas como histórias e desabafos emocionais, contadas a uma espécie de ‘linha de apoio emocional’ fictícia, cuja única função é ouvir e empatizar. As canções são envolvidas numa estética neo-noir, com influências do cinema da década de 80, em que os sintetizadores e as caixas de ritmo se cruzam com texturas ambientais e melodias nostálgicas.

“Cherry Domino” é uma edição de autor com distribuição mundial pela Believe Music.

Comentários (0)

Valas atinge Single de Ouro com “As Coisas”

Publicado em 14 Junho 2018 por RUA

Valas acaba de atingir o galardão de Single de Ouro com o single “As Coisas”. Este foi o primeiro tema conhecido do novo álbum do rapper, “Check-In”, já disponível nas lojas e plataformas digitais. O single rapidamente se tornou um fenómeno, somando, até ao momento, mais de 1 milhão e meio de audições no Spotify. No YouTube o vídeo conta com mais de 4 milhões de visualizações.

“As Coisas” foi produzido por Lhast, com quem Valas voltou a colaborar nos singles que se seguiram: “Acordar Assim”; “Alma Velha ft. Slow J” ; “Imagina ft. Profjam” e “Preciso”.

“Estradas No Céu”, o mais recente single, que tem já mais de 500 Mil visualizações, conta com a participação surpreendente da fadista Raquel Tavares e produção de SuaveYouKnow e Diogo Piçarra.

Além de Lhast, SuaveYouKnow e Diogo Piçarra, produtores como DJ Ride, Agir, o espanhol Cookin’Soul, Fumaxa ou Fabrice juntaram-se também a Valas neste seu “Check-In”.

 

Comentários (0)

15º Festival MED: sonoridades e danças do mundo também vão estar nos palcos secundários

Publicado em 13 Junho 2018 por RUA

A World Music é a principal aposta do Festival MED que, de 28 de junho a 1 de julho, transforma a Zona Histórica de Loulé numa fusão artística. Para além dos artistas que vão pisar os três palcunião de países, culturas ou crenças.

Assistir a um concerto enquanto se degusta alguns pratos tradicionais de Marrocos, Egito, Itália ou Brasil é a proposta do Palco Bica e do Palco Arco. Na Bica, naquele que é também designado como “quintalão”, a programação nasce de uma parceria entre a Câmara Municipal de Loulé e a Casa da Cultura de Loulé que tem tido neste espaço um ponto de lançamento de novos artistas e projetos.

No arranque do Festival, dia 28 de junho, sobem a este palco o projeto brasileiro Primo, encabeçado por Bruna Caram, cantora, compositora, atriz, escritora e professora de canto, e o português Vasco Ramalho, que leva ao palco “Essências de Marimba: Fados&Choros”. No segundo dia do MED, o programa da Bica apresenta duas bandas louletanas de música alternativa, Badweather e Al-Khimia. Na noite de encerramento vai estar neste espaço o projeto espanhol Pólvora que mistura recitais de palavra falada e pop lírico com instrumentais chillout, e também António Caixeiro, um dos responsáveis pela criação do Grupo Coral Bafos de Baco da Cuba, revelando a importância do Cante Alentejano nas novas gerações.

Este ano a curadoria das noites dançantes do Palco da Bica será entregue ao coletivo que também compõe a espinha dorsal da banda galega Pólvora. Pela batuta do maestro Marcos de la Fuente aka Almagato, chegará até ao público o corporal perfume das noites da famosa ‘La Fiesta de los Maniquíes’ (A Festa dos Manequins), um local enigmático e cultural que marcou várias vertentes expressivas na noite de Vigo como local de experimentação e de animação conceptual. O programa é o seguinte: Almagato (World Music Dj Set), no dia 28; “Manequins Dançantes” – Almagato (Cool Beat Dj Set), no dia 29; “Manequins Digitais” – 2pas0s (Digital Live Set), no dia 30.

Já no Palco Arco, Nanook e Amar Guitarra são os artistas residentes que diariamente irão animar este espaço. Um espaço que contará com tasquinhas que irão funcionar com células fotovoltaicas, onde toda a energia necessária ao seu funcionamento (iluminação, frigoríficos, fornos, máquinas de café, etc.) será solar. Uma iniciativa que valeu uma distinção do Programa “Sê-lo Verde”.

O emblemático Jardim dos Amuados recebe um Palco dedicado à música e dança de raiz tradicional, em que as sonoridades dos artistas convidados são acompanhadas pela beleza das danças e colorido dos trajes. Este ano o Palco Jardim conta com a participação de Dhamar, da Índia (dia 28), Milo Ke Mandarini, de Espanha (dia 29) e Iman Kandoussi Trio, de Marrocos (dia 30).

Naquela que é uma das novidades desta 15ª edição do Festival MED, o Palco Calcinha, instalado no ex-líbris cultural da cidade conhecido por ter sido o local onde o poeta António Aleixo “escreveu” grande parte da sua obra, vai contar com muita poesia declamada por louletanos mas também com momentos musicais, num conceito de Café Concerto com o cantautor Afonso Dias que levará a sua música a este espaço.

Finalmente, outra das propostas neste extenso programa musical passa pelo Palco Mercado, onde todos os dias Bruno Maliji, cantor e compositor algarvio, e Eduardo Ramos, cantor e tocador de alaúde e outros instrumentos árabes, portugueses e africanos.

Toda a programação disponível em www.festivalmed.pt

Recorde-se que, até ao dia 24 de junho, os bilhetes estão à venda, com preços reduzidos, em www.bol.pt

Comentários (0)

 
Destacar permite ouvir enquanto navegas na página. Essencial para quem usa Firefox
Destacar permite ouvir enquanto navegas na página. Essencial para quem usa Firefox
Destacar permite ouvir enquanto navegas na página. Essencial para quem usa Firefox
Destacar permite ouvir enquanto navegas na página. Essencial para quem usa Firefox
Destacar permite ouvir enquanto navegas na página. Essencial para quem usa Firefox
 
Newsletter
  1. Aguardamos os teus comentários e Sugestões