Arquivo | Cultura

Aulas de Iniciação à Guitarra, Canto e Dança Oriental no IPDJ em Faro

Publicado em 24 Outubro 2018 por RUA

A Direção Regional do Algarve do IPDJ acolhe, durante o ano letivo 2018/2019, aulas de iniciação à guitarra, canto e dança oriental, numa parceria com a Associação Potencial Jovem, a cantora e intérprete Manuela Lopes e a Bailarina Nádia Buchinho.

Estas atividades decorrem no IPDJ, em Faro, e pretendem ocupar o tempo livre dos jovens de uma forma salutar, promovendo a troca de ideias e o convívio entre os jovens.

AULAS DE GUITARRA

Introdução à formação musical (composição de notas e acordes, compassos, tempos e contratempos). Formação prática com guitarra (posição dos dedos, acordes, escalas). Leitura de tabs.

As aulas de Guitarra são dinamizadas por  Pedro Santos, dirigente da Associação Potencial Jovem, com 18 anos de experiência em guitarra clássica e elétrica, detentor do curso livre de guitarra acústica e elétrica da Escola de Música Valentim de Carvalho. Vasta experiência nas chamadas “bandas de garagem” e combos.

AULAS DE CANTO

As aulas de canto têm como objetivo trabalhar a apetência dos alunos sobre a voz, num trabalho prático de exercícios continuados, para aperfeiçoamento, de sensibilização do ouvido sobre a música de um modo geral e específico sobre as várias correntes musicais.

As aulas de Canto são dinamizadas por Manuela Lopes, cantora Jazz, compositora e professora de canto  desde 2009, com uma colaboração mais regular junto da Associação Filarmónica de Faro, até 2016, para além de outras colaborações com outras escolas, no Algarve, e com alunos que atualmente já se encontram no meio musical. Manuela Lopes é sem dúvida uma das referências do Jazz Algarvio, onde se destaca a sua participação com Ronnie Scott, saxofonista inglês,  e Zé Eduardo, pedagogo e baixista português, tendo também colaborado com Zé Manuel Martins no álbum Atlântico e com a Big Band do Algarve.   

AULAS DE DANÇA ORIENTAL

Nestas aulas praticamos os passos básicos da Dança Oriental através dos princípios do Estilo Clássico Egípcio, aprendendo assim a interpretar os vários instrumentos e melodias, conhecendo e adaptando o nosso corpo e mente.

Nádia Buchinho é a Professora de Dança Oriental. Apaixonada pela dança, iniciou o seu percurso no estilo Oriental em 2004. Numa constante busca de conhecimento, estudou com vários professores nacionais e internacionais, tais como Denise Carvalho, Valquíria Hayal, Munique Neith, Hossam e Serena Ramzy. Admira e procura a fusão da dança Oriental com outros estilos como Tango, Flamenco e Luso-árabe.

 

Para mais informações e inscrições dirige-te à tua Loja Ponto JA, na Direção Regional do Algarve do IPDJ, na Rua da PSP em Faro, ou contacta-nos através do telefone 289 891820 ou ainda  pelo endereço eletrónico faro@ipdj.pt

Comentários (0)

Tags: , ,

Festival de Órgão volta a percorrer o Algarve

Publicado em 11 Outubro 2018 por RUA

A 11ª edição do Festival de Órgão percorre os concelhos de Faro, Portimão, Loulé e Tavira entre 2 e 30 de novembro, numa organização da Associação Cultural Música XXI. Serão 13 apresentações, incluindo concertos, concerto pedagógico, apresentação de alunos e missa acompanhada ao órgão, protagonizados por 6 organistas e vários cantores/instrumentistas.

O concerto de arranque do Festival tem lugar em Faro, com a organista Margarida Oliveira e o tenor Bruno Nogueira na Igreja do Carmo. Este espaço receberá também uma combinação peculiar de órgão e trompa, respetivamente com Daniel Nunes e Edgar Barbosa.

Na Sé de Faro, Sérgio Silva e o Ensemble Vocal Introitus apresentarão um programa de invocação Mariana, enquanto o conceituado organista espanhol Andrés Cea Galán percorrerá as escolas organísticas alemã, holandesa e ibérica.

Esta igreja acolherá ainda outras iniciativas, tais como um concerto pedagógico com Inês Machado ao órgão, a apresentação do trabalho desenvolvido pelos alunos da recente Escola de Órgão da Sé de Faro e uma missa dominical acompanhada ao órgão de tubos por estes alunos e pelo Coro de Câmara Vozart.

Após os intensos trabalhos de reparação, será inaugurado o restauro do órgão de tubos da Igreja Matriz de Portimão, com a organista Margarida Oliveira e a participação do Coral Adágio. Também nesta igreja Daniel Nunes e Edgar Barbosa apresentarão música de câmara para órgão e trompa.

A Igreja Matriz de Boliqueime acolherá um itinerário vocal que tem por base de inspiração o património artístico da própria igreja, protagonizado por Sérgio Silva e Ensemble Vocal Introitus. O segundo concerto será conduzido pelo organista Paulo Bernardino.

Em Tavira, o músico, investigador e professor espanhol Andrés Cea Galán, com uma intensa carreira internacional, fará soar o órgão da Igreja de Santiago. Paulo Bernardino encerrará o Festival de Órgão do Algarve, na Igreja da Misericórdia.   Os concertos realizam-se às 21h30 e têm entrada livre.

O Festival de Órgão do Algarve 2018 conta com os apoios da Direção Regional de Cultura do Algarve e dos Municípios de Faro, Loulé, Tavira e Portimão, com o apoio à divulgação da Região de Turismo do Algarve e com os parceiros de comunicação Antena 2, Sul Informação e Rua FM. Conta ainda com a parceria da Ordem do Carmo de Faro, do Cabido da Sé de Faro, das Paróquias de Portimão, Boliqueime e Tavira e da Misericórdia de Tavira.

A RUA FM é um dos media partners do evento.

Comentários (0)

Poesia a Sul traz vasto programa cultural a Olhão durante 10 dias

Publicado em 10 Outubro 2018 por RUA

Olhão acolhe, entre os dias 19 e 28 de outubro, o IV Encontro Internacional Poesia a Sul. Na edição de 2018, a iniciativa organizada anualmente pelo Município de Olhão é dedicada a João Lúcio, no centenário da sua morte. O programa tem início às 17h00 do dia inaugural, junto à estátua do poeta olhanense, com animação de rua e música, contando com a presença de muitos dos poetas convidados para esta edição.

Casimiro de Brito (Portugal), Teresa Rita Lopes (Portugal), Catherine Dumas (França), Maria Teresa Horta (Portugal), Manuel Moya (Espanha), Maria do Rosário Pedreira (Portugal), Iris Violeta Pujol (Porto Rico), Márcia Souto (Brasil), Uberto Stabile (Espanha), Chi Trung (Vietname), Antonio Orihuela (Espanha) ou Yasmina Tippenhauer (Colômbia) são alguns dos autores que marcam presença em Olhão nestes dias.

O IV Poesia a Sul inclui exposições, apresentações de livros, palestras, momentos musicais, declamação de poemas, poesia a bordo do Caíque Bom Sucesso, visitas a escolas de Olhão e deslocações a Ayamonte (Espanha), assim como aos concelhos algarvios de Castro Marim e Lagos.

Comissariado pelo poeta Fernando Cabrita, o Poesia a Sul, uma iniciativa do Município de Olhão, é um encontro literário singular no panorama nacional e um dos mais relevantes do sul da Península Ibérica. A poesia que se faz no Mundo chega todos os anos a vários palcos da cidade através deste evento que, nesta quarta edição, conta com o apoio institucional do programa cultural 365 Algarve e tem como media partners as rádios Antena 1 e Antena 2.

Com cerca de 70 participantes confirmados, oriundos de 16 países, e para além de iniciativas em Castro Marim, Lagos e Ayamonte, Olhão recebe, durante estes 10 dias, eventos culturais em locais tão emblemáticos da cidade como o Auditório Municipal, o Arquivo Municipal António Rosa Mendes, a Sociedade Recreativa Progresso Olhanense, a Re-Criativa República 14, a Câmara Municipal de Olhão, o Jardim João Lúcio, o Museu Municipal – Edifício do Compromisso Marítimo, a Galeria Sul, Sol e Sal, os Mercados Municipais, o Caíque Bom Sucesso ou alguns dos bares dos mercados.

O programa completo e informação sobre os participantes podem ser consultados aqui

Comentários (0)

Cineasta Hanspeter Ammann inaugura exposição inédita no Algarve

Publicado em 09 Outubro 2018 por RUA

A Galeria Trem, em Faro, vai acolher a inauguração de uma exposição inédita, com fotografias inspiradoras, de grande formato, em preto e branco, de Rocco, a mais recente fotonovela criada pelo cineasta e realizador Hanspeter Ammann, em colaboração com o fotógrafo italiano Matteo Pezzi. A inauguração está agendada para as 18h30 do dia 16 de outubro e estará patente ao público até ao dia 13 de novembro. 

A iniciativa, organizada no âmbito da programação do curso de Artes Visuais da Universidade do Algarve, incluirá, ainda, o lançamento europeu do livro Rocco, bem como uma mesa redonda, moderada pela investigadora do Centro de Investigação em Artes e Comunicação (CIAC) da UAlg, Ana Isabel Soares, em que participarão Hanspeter Ammann, Matteo Pezzi e Mirian Tavares.

Realizado na Malásia, com atores locais, e inspirado no filme de Visconti, Rocco e seus irmãos, trata-se de uma produção que combina elementos europeus e asiáticos de expressão artística e que nos convida a olhar e a imaginar. Mirian Tavares, coordenadora do CIAC, e Brian Curtin (Bangkok e Saigon) contribuíram com textos que refletem novamente uma abordagem asiática e europeia presente nos projetos artísticos e no vocabulário do artista.

Como escreveu Mirian Tavares “Rocco é uma obra que pede tempo, que é feita de imagens que se arrastam no tempo, seguindo outra lógica que não a do movimento contínuo e progressivo (…). O olhar amoroso de Visconti e de Pasolini está presente aqui – amor pelos personagens, amor pelos seus corpos e pela sua imperfeição. A câmara espreita e admira. A câmara acompanha delicadamente cada gesto e vai registando o movimento que se prolonga em cada nova foto.”

 

Workshop sobre o processo criativo com Hanspeter Ammann 

Aproveitando a vinda de Hanspeter Ammann a Portugal, o CIAC oferece ainda a possibilidade de realizar um Workshop sobre o processo criativo com este conceituado artista. O workshop “Escolhas” realizar-se-á no dia 19 de outubro, entre as 14h00 e as 18h30, no Auditório 1.4 do Complexo Pedagógico, no Campus da Penha.

«Escolhas» surge no âmbito do Projeto internacional sediado no CIAC, Cultural Adventures – exploring connections, transactions and interactions between South West Europe and South East Asia, um projeto científico e de desenvolvimento artístico desenvolvido por este Centro, em colaboração com a Universidade de Tecnologia de Arquitetura e Design da King Mongkut Thonburi, nas áreas de comunicação visual e arte digital, com a mediação e colaboração do artista audiovisual Hanspeter Amnann.

Na primeira parte do workshop, os participantes terão a oportunidade de assistir à estreia do filme SUNDAY realizado pelo artista, em Portugal, em 2018, com a participação de Isabel Ruth e Joãozinho Costa. A segunda parte será dedicada a explorar os tipos de escolhas que se fazem quando se desenvolvem projetos criativos. Como escolhemos o que fazer e porquê? De que forma as nossas origens, histórias e culturas influenciam a nossa criatividade? Até que ponto compreendemos os fatores que afetam as escolhas criativas que fazemos?

A participação no workshop é livre, mas sujeita inscrição prévia aqui. Confere certificado de participação.

Comentários (0)

Nova temporada “Jazz nas Adegas” tem início a 12 de outubro

Publicado em 04 Outubro 2018 por RUA

Consolidando o evento como uma referência no panorama cultural do Algarve, a terceira edição do Jazz nas Adegas terá início no próximo dia 12 de outubro e estender-se-á até maio de 2019. Esta atividade, organizada pela Câmara Municipal de Silves, integra, mais uma vez, a programação cultural 365 Algarve e conta com produção artística do Ginásio Clube de Faro. A iniciativa pretende dinamizar culturalmente os locais onde se produzem os Vinhos de Silves, numa simbiose entre o vinho, o seu produtor e a música, proporcionando uma experiência única ao público, em locais pouco usuais para a apresentação de um concerto de Jazz.

Após duas edições de adegas lotadas, a grande novidade para o ciclo 2018/2019 do Jazz nas Adegas é o aumento da sua oferta, que triplica, para um total de 24 sessões. Mas as novidades não se ficam por aqui: além da adesão de novos produtores dos Vinhos de Silves, o jazz e o vinho ligam-se a novos valores identitários de Silves: a cortiça, a poesia e o património monumental.

Será assim que, de outubro a maio, ao vinho, enquanto produtor regional de excelência, irão associar-se importantes formações de jazz, de estilos e repertórios variados. Os concertos são acompanhados de provas dos vinhos produzidos pelas adegas anfitriãs, e contemplam, ainda, a degustação de tapas de produtos locais, num conceito de reconhecido sucesso que marca a oferta cultural de qualidade na época baixa de procura turística pelo Algarve.

A primeira sessão do Jazz nas Adegas, que contará com a atuação do grupo The Pocket Band, está agendada para os dias 12 e 13 de outubro, com início, respetivamente, pelas 21h00 e 17h00, na Quinta do Outeiro, em Silves, produtor das marcas Paxá Wines e Quinta do Outeiro.

As restantes sessões do Jazz nas Adegas terão lugar nos seguintes dias/locais e com os seguintes artistas:

2.nov. 21h00 | 3.nov. 17h00           

4’Teto Luís Nascimento

Quinta da Vinha, Silves

Marca: Vinhos Cabrita

 

10.nov. 17h00 | 11.nov. 21h00

Bruno Pedroso Trio

Quinta do Francês, Silves

Marcas: Quinta do Francês e Odelouca

 

30.nov 21h00 | 01.dez 17h00

Hot Four

Quinta dos Vales, Lagoa

 

18.jan. 21h00 | 19.jan. 17h00

Zeus Faber

Quinta João Clara, Alcantarilha

Marca: João Clara

 

09.fev. 21h00 | 10.fev. 21h00

Quarteto Ana Alves

Quinta do Barradas, Silves

Marca: Barradas

 

22.fev. 21h00 | 23.fev. 17h00

Analog Music Project

Quinta Rosa, Silves

Marca: JAAP

 

08.mar. 21h00 | 09.mar. 17h00

Paulo Strak Trio

Herdade Barranco do Vale, SB Messines

Marca: Barranco do Vale

 

15.mar. 21h00 | 16.mar. 17h00

Tamal Hot Band

Quinta de Mata Mouros, Silves

Marcas: Euphoria, Imprevisto e Convento do Paraíso

 

12.abr. 21h00 | 13.abr. 17h00

Mo Francesco Quintetto

Quinta da Malaca, Pêra

Marcas: Malaca e Vale de Parra

 

26.abr. 17h00

Rerum Ensemble

Corticeira Amorim, Silves

 

17.mai. 21h00 | 18.mai. 17h00

Desidério Lázaro Trio

Quinta do Barranco Longo, Algoz

Remexido, KO, Barranco Longo e QUÊ

 

25.mai. 17h00

Miss Manouche

Castelo de Silves

 

Os ingressos têm um custo associado de 12 euros (inclui, para além do concerto, prova de vinhos do produtor, degustação de tapas de produtos locais, voucher de visita ao Castelo e Museu Municipal de Arqueologia e a oferta de uma garrafa de vinho), encontrando-se já à venda os bilhetes do primeiro concerto com os The Pocket Band na plataforma BOL em https://www.bol.pt/Comprar/Pesquisa?q=jazz+nas+adegas&dist=0&e=0 ou num dos seguintes locais: FNAC, Worten, El Corte Inglés, CTT Correios, Pousadas da Juventude, Quiosques Serveasy. O evento destina-se a maiores de 18 anos.

+ Info: Sector de Turismo da CMS | tel.: 282 440 800 | email: turismo@cm-silves.pt;

 

 

QUINTA DO OUTEIRO

A Quinta do Outeiro com uma plantação de 13 hectares, situada a sudeste de Silves, cidade com amplas referências vinícolas é influenciada pela proximidade do mar, exposição solar e microclimas que em coexistência com solos argilosos e calcários contribuem para a formação de um terroir especial.

Esta conjuntura aliada ao controlo rigoroso nos vários estádios da vinha, adicionada à pluralidade de castas ajudam a criar um produto que pretende conquistar o seu espaço no panorama vinícola.

A Paxá Wines veio fazer jus à concretização de uma paixão antiga, partilhada pelo filho Tiago, o nome “Paxá” foi a denominação encontrada para melhor a representar. Designação essa que era atribuída aos governadores da província do Império Otomano, época a que remontam as produções vinícolas na região, a qual corresponde atualmente ao título de Excelência.

 

THE POCKET BAND

Os The Pocket Band nasceram da necessidade imperiosa de formar um projeto que resultasse em formação de Trio. Três músicos criativos com vasta experiência profissional unem-se para oferecer um projeto único e inovador. O repertório viaja por temas tradicionais de jazz com ritmos criativos que vão do swing à música brasileira, cubano, flamenco, funk e pop. Os The Pocket Band revelam uma nova forma de fazer música, adaptando a interpretação dos temas aos locais e ao público presente.

Comentários (0)

“Património… um Pass(ad)o para o Futuro” no Castelo de Paderne

Publicado em 02 Outubro 2018 por RUA

O Castelo de Paderne irá acolher o projeto “Património…Um Pass(ad)o para o Futuro” no próximo dia 6 de outubro pelas 16 horas.

O projeto consiste numa recriação/adaptação de poemas de Al-Mu’tamid, Ibn Ammar, Ibn Sâra e outros, mas numa linguagem e construção linguística moderna, acessível à atual convivência e diálogos do mundo contemporâneo. A apresentação destes textos poéticos do período islâmico será pontuada por apresentações musicais combinando as percussões árabes com o acordeão que, em sintonia, fazem uso de temas da época para os desarrumar e adaptar com formas e conteúdos musicais modernos, numa linguagem sonora inovadora.

Deste modo, a apresentação poético -musical fará um percurso pela história do Castelo de Paderne, desde o período islâmico até à modernidade. Este traço contemporâneo permitirá envolver ouvintes e espectadores, com realidades abertas à diversidade e ao encontro de cultural.

Pretende-se cuidar da herança e da memória, colocando em destaque o diálogo entre a tradição e o progresso e utilizando a linguagem oral e musical que é acessível a qualquer público.

“Património…um Pass(ad)o para o Futuro”  conta com Ana Cristina Oliveira (poesia), António Gamboias (poesia), Gonçalo Pescada (acordeão) e Rui Afonso (percussões).

Projeto da Associação Cultural Música XXI integrado no DiVaM – Dinamização e Valorização dos Monumentos – programa cultural da Direção Regional de Cultura do Algarve.

Comentários (0)

Mês intenso na temporada do Teatro das Figuras

Publicado em 02 Outubro 2018 por RUA

Outubro promete trazer muitos espetadores ao Teatro das Figuras, para desfrutarem das iniciativas que compõem uma programação intensa e eclética.

No dia 6 de outubro e sob a égide da musa grega da dança Terpsícore, a Companhia de Dança do Algarve celebra esta forma de arte, numa gala em que para além desta companhia se apresentam bailarinos principais de várias companhias de dança europeias.

Nos dias 8 e 10 de outubro, o Teatro de Ferro, uma estrutura de referência no teatro de marionetas em Portugal, promove um workshop de introdução à manipulação de marionetas e apresenta o espetáculo Bela Adormecida, uma recriação do clássico da literatura infantil.
Nos dias 13 e 18 o destaque é para a comédia, com 5 Lésbicas e Uma Quiche, no dia 13, uma peça que retrata com muito humor e um elenco de luxo a América dos anos 50. No dia 18, apresentamos O Meu País é Pior do que o Teu um divertido exercício de comparação entre a realidade e cultura de Portugal e do Brasil, criado e interpretado por Maurício Meirelles, um dos mais relevantes humoristas brasileiros e António Raminhos que dispensa apresentações.

De 15 a 19 de outubro, Luciano Amarelo dirige um workshop que conduz os participantes Em Busca do Seu Próprio Clown, que reside na liberdade de “poder ser o que se é e de fazer os outros rirem disso”.

No dia 20 de outubro às 10h30 e às 11h30, regressam os concertos do ciclo Música de Pais para Filhos, em que os bebés até aos 24 meses são convidados a escutar e interagir com um instrumento, neste caso o Trompete, pelo intérprete Albano Neto.
Também no dia 20, Miguel Araújo traz ao Teatro das Figuras um dos últimos concertos da tournée do seu terceiro álbum de originais Giesta. Miguel Araújo, destacado compositor, letrista, cantor e músico, apresenta-se em formato big band, temas deste último álbum e outros já bem conhecidos do público.

Pela primeira vez em Portugal, e apenas em 3 salas nacionais, Lisboa, Porto e Faro, o fenómeno da comédia internacional, The Umbilical Brothers, apresentam Live no dia 25 de outubro, um espetáculo que combina comédia física com incríveis habilidades vocais e físicas. Uma oportunidade imperdível de testemunhar ao vivo a criatividade desta dupla de artistas australianos, que tem cativado o público e a crítica internacionais.

No dia 27, mais um fenómeno global, que encanta miúdos em todo o mundo Masha e o Urso, apresentam o espetáculo de música e dança Missão no Circo. Um espetáculo em que para além da irrequieta Masha e do seu fiel amigo Urso, participarão todos os seus amigos da floresta.
O ciclo de tertúlias No Teatro às 6 apresenta-se nesta nova temporada num formato de tertúlia dialógica, no qual o participante tem de conhecer a obra em análise, sendo a partir do diálogo entre participantes e moderador gera-se um intercâmbio enriquecedor de conhecimento entre os mesmos. Na primeira edição a obra será A Flauta Mágica de Mozart, ópera que será apresentada no dia 2 de novembro, e o facilitador será o músico Paulo Girão.

A programação do mês encerra no dia 31 de outubro às 21h30,com o concerto de Carolina Deslandes, uma das maiores artistas da atual geração de cantores e compositores portugueses, que se tem afirmado cada vez mais, na cena musical contemporânea.
Toda a programação para o mês de outubro, bem como informação relativa a preços, reservas e vendas on-line, está disponível no sítio da internet  e é regularmente disponibilizada nas redes sociais Facebook, Instagram e YouTube.

Comentários (0)

Faro assinala Jornadas Europeias do Património

Publicado em 26 Setembro 2018 por RUA

A Ermida de Santo António do Alto, em Faro, estará no centro das atenções durante as comemorações que têm lugar de 28 a 30 de setembro. Música, cinema, contos e uma visita guiada fazem parte do programa que promete fazer jus ao tema deste ano das JEP, “Partilhar Memórias”.

O Município de Faro associa-se, novamente, às Jornadas Europeias do Património, que se celebram nos próximos dias 28, 29 e 30 de setembro, este ano sob o tema “Partilhar Memórias”.

O programa da autarquia tem início na sexta-feira, dia 28, com uma atividade dinamizada pelo serviço educativo do Museu Regional, com o objetivo de partilhar junto dos mais novos as memórias do tempos de meninice de Altina Manhita, na Ermida de Santo António do Alto, espaço muito dado a namoriscos e casamentos. Esta igreja recebe ainda, às 17 horas, uma missa celebrada pelo Padre Rui Barros.

No sábado, dia 29 de setembro, pelas 16:00, irá realizar-se uma visita guiada com Francisco Lameira, historiador de arte e professor na Universidade do Algarve, que dará a conhecer a história e a decoração artística deste antigo monumento.  Pelas 17:00, o interior da ermida receberá um concerto único com Ricardo Martins e Trio. À noite, a partir das 21:30, uma seleção de curtas-metragens do Cineclube de Faro, todas dedicadas a Santo António, será apresentada junto à igreja, num serão que promete ser bem passado.

As comemorações das Jornadas Europeias do Património têm o seu desfecho no domingo, dia 30 de setembro, com novo concerto, pelas 16:00, desta feita em flauta de bisel pelo grupo F3, que promete trazer um reportório surpreendente. Luís Carmelo, conhecido contador de histórias, termina o programa a partir das 17:00 com muitas memórias e viagens pelo imaginário.

 

Associado à iniciativa JEP desde a sua criação, o Município de Faro, através do Museu Municipal, tem procurado diversificar a sua participação, de modo a promover, em cada ano, diferentes olhares sobre o património nas suas diversas formas.

A antiga Ermida de Santo António do Alto, excelente exemplo de um espaço que junta a  história e a arte ao convívio da comunidade nas festas do santo padroeiro e à união de casais, fazendo justiça à fama de casamenteiro, será o palco perfeito para receber estas jornadas que têm como  tema “Partilhar Memórias”.

A entrada é livre para todas as iniciativas, sujeita à lotação do espaço da ermida. Para mais informações e inscrições: 289 870 827/9.

Sobre a Ermida de Santo António do Alto

A Ermida de Santo António do Alto é, para além de um dos monumentos mais carismáticos da cidade, um dos templos mais antigos, remontando à segunda metade do século XV. Mas não é só a antiguidade que o torna célebre. O seu miradouro, com uma vista privilegiada sobre a ria, faz dele um dos cartões turísticos mais procurados da cidade. Este monumento, pertencente ao património da autarquia, sofreu importantes transformações no século XVIII pelo famoso arquiteto Diogo Tavares e pelo entalhador Manuel Martins. Recebeu a visita real no século XIX e no século XX instalou numas casas anexas o museu antonino.

Comentários (0)

Cidade de Loulé volta a “Desassossegar”

Publicado em 25 Setembro 2018 por RUA

Decorre até ao dia 30 de setembro o evento “O Desassossego dos Arcos”. Depois de uma primeira edição em 2016, em que durante dois dias foram mostrados vários projetos nas artes e ofícios e no desenvolvimento de novos produtos, este ano o “Desassossego” volta para mostrar novos projetos e novos espaços.

Com um programa vasto e “fora da caixa”, o visitante pode participar em workshops, ver arte em locais inusitados, partilhar as suas fotos no (Ins)tendal, conhecer novos projetos do Loulé Design Lab, participar nas atividades das Jornadas Europeias do Património, nas atividades de Turismo Criativo e nas comemorações do Dia Mundial do Turismo, entre muitas outras ações únicas.

Durante estes dias a Arte vai às lojas com a Exposição “Desassossego pela Paz”. As lojas do comércio local da Praça da República vão receber pinturas de artistas da região. O tema desta exposição dispersa em alguns estabelecimentos comerciais pretende ser um apelo a uma cultura de Paz e de sustentabilidade ambiental.

Outro dos destaques é o (Ins)tendal – Partilhar Memórias, um projeto em forma de exposição fotográfica que se apresenta como um coletivo, um espaço de diálogo e partilha com a comunidade do Lugar, e explora as relações socioculturais num contexto experimental, aproximando-nos das diferentes linguagens gráficas com que, diariamente, somos confrontados no mundo virtual. Recria o conceito de “Estendal” na sua forma figurativa como um espaço a expor e a interagir com o público. Nesta 5.ª edição a temática é “Partilhar memórias”. A exposição acontece nos Claustros do Convento Espírito Santo, entre 20 e 30 de setembro.

O Loulé Design Lab, uma das valências do Loulé Criativo, comemora um ano de vida e volta a abrir as portas ao público em geral durante estes dias. Em 2017, 10 projetos foram apoiados neste espaço. Um ano depois, juntaram-se mais 8 projetos, que usam os recursos locais, a identidade do território e o saber-fazer como fonte de inspiração. Para comemorar um ano de existência, vai ser possível visitar o espaço do Loulé Design Lab no Convento do Espírito Santo, conhecer os projetos e participar num conjunto de workshops promovidos pelos residentes.

Nestes dias irá funcionar um novo espaço Pop Up na Rua do Município onde vai ser possível adquirir peças desenvolvidas pelos residentes no Loulé Design Lab e saber mais sobre cada um dos projetos em curso.

Uma das mais originais iniciativas deste programa é a “Garrafeira de Ideias” que parte do princípio de que, tal como ao vinho, as ideias precisam ser colhidas, fermentadas em momentos de reflexão e contraditório, de maturar para que possam ficar mais límpidas, responder às preocupações ou sonhos de cada individuo, de grupos sociais ou da comunidade em geral. Os arcos de Loulé irão desafiar os participantes a pensar, colher ideias e a aperfeiçoá-las, para que possam vir a ser “compradas” por quem entenda que podem ter execução.

Nos arcos, serão partilhadas, aprofundadas e engarrafadas ideias que respondam a preocupações e sonhos para um viver mais estimulante, criativo e feliz, em Loulé: dia 17 (21h30), no Arco da Rua do Município, dia 18 (18h00), no Arco da Rua dos Almadas, e dia 19 (21h30), no Arco da Rua Dona Filipa de Vilhena. No dia 30, pelas 15h30, o Café Calcinha recebe o leilão da garrafeira de ideias. Cada garrafa pode ser arrematada por pessoas individuais, grupos de pessoas, organizações associativas, entidades privadas ou públicas. Levará cada garrafa quem apresentar a melhor proposta de compromisso para concretizar a ideia engarrafada.

A festa de encerramento do “Desassossego dos Arcos” acontece no dia 29, na Cerca do Convento Espírito Santo, com muita música indie: Cachupa Psicadélica (19h30),  Iguana Garcia (21h00), Cows Caos (22h30) e Discossauro (00h00).

Toda a programação disponível em www.loulecriativo.pt

Comentários (0)

“Partilhar Memórias” é o mote das Jornadas Europeias do Património 2018

Publicado em 19 Setembro 2018 por RUA

Nos dias 28, 29 e 30 de setembro comemora-se por toda a Europa as “Jornadas Europeias do Património”(JEP) com o tema  “Partilhar Memórias”.

O programa que se apresenta vai ao encontro do tema proposto e espelha ainda os princípios da Convenção – Quadro de Faro, onde o património é concebido de uma forma mais abrangente, holística, integrando não apenas os elementos patrimoniais físicos ou intangíveis reconhecidos oficialmente, mas também os elementos que são valorizados e reconhecidos pelas comunidades.

Pretende-se que todos, incluindo a comunidades se sintam integrados no desenvolvimento de projetos culturais com abordagens mais participativas e colaborativas, no sentido de que as memórias e heranças culturais são recursos importantes para o diálogo e debate democrático, funcionando ainda como instrumentos de promoção da qualidade de vida e bem-estar das pessoas, comunidades e sociedades.

Projetos realizados pelas comunidades, como uma nova “rosa dos ventos” a construir pelas crianças na Fortaleza de Sagres, a partilha de memórias ancestrais ligadas ao templo de Guadalupe, ou a sensibilização para uma arte artesanal – a destila do medronho – que depende de um Património Natural tão sensível como o da Serra de Monchique, que muito recentemente colocou muitos de nós “de olhos postos” na serra  e de luto pela perda de tão valiosíssimo bem.

A pensar em Todo este Património que queremos preservar a D.R. de Cultura do Algarve apresenta:

1. A programação das JEP abre com projeto “Cachecol que abraça Portugal”, mostra a inaugurar na Fortaleza de Sagres, no dia 28 de Setembro, às 10 horas. Este é um projeto pedagógico que nasceu no Jardim de Infância de Vila do Bispo, que pretende reactivar uma tradição que se encontra em desuso (o tricot). O projeto cresceu, chegou a outras escolas, lares e famílias do país, cruzou fronteiras, voou e navegou para outros países europeus. Agora regressa a casa, ao mesmo concelho que o viu nascer, enriquecido com novos cachecóis, com outros “saberes” provenientes de outras mãos, de países de paragens distantes.

A “Rosa dos Ventos” na Fortaleza de Sagres foi o motivo de inspiração dos vários trabalhos que agora se apresentam neste monumento e uma nova “rosa dos ventos” será re- inventada pelas mãos das crianças do Jardim de Infância e feita com o contributo de todos.  Projeto da autoria de Lina Nascimento – JI de Vila do Bispo/Agrupamento de Escolas de Vila do Bispo e conta com a colaboração da Câmara Municipal de Vila do Bispo.

2. “Noites Fantásticas em Guadalupe”, um projeto da Vicentina Associação para o Desenvolvimento do Sudoeste, terá lugar na Ermida de Nª Sra de Guadalupe no dia 29 de Setembro, das 20h30 às 22h30. Um espetáculo de Spoken Word, com Napoleão Mora, música e performance de SICKONCE (Rafael Correia) e Ed Hoster (Edgar Valente), onde o público será convidado a refletir sobre a importância da existência do nosso património. Projeto que conta com a participação especial do Grupo Coral da Santa Casa da Misericórdia de Vila do Bispo. Adivinha-se mais uma Noite Fantástica, uma Noite de Evocação aos Sentidos e às Memórias deste Lugar.

3. Explorando o espaço das Ruínas Romanas de Milreu, no dia 29 de setembro, pelas 19h, acompanhando o pôr do sol, será apresentada a produção “Regresso ao Branco”. Percorrendo um percurso temático, seguido por uma instalação sonora, o público terá oportunidade de explorar o Monumento de uma forma diferente, enquanto as personagens, um coral feminino e crianças irão tecendo entre si os fios de uma filigrana que as confrontará com o espelho do tempo, com o espírito do lugar.

“Regresso ao Branco” é uma co- produção entre a Associação Música XXI, o Teatro DoisMaisUm, o Coral “Outras Vozes” e o Agrupamento de Escolas Pinheiro e Rosa. Tem a autoria de Ana Oliveira e a encenação de António Gambóias.

4. O filme “Medronho Todos os Dias – Unedo Omnes Dies” de Sílvia Coelho e Paulo Raposo, irá encerrar a Mostra de Cinema documental “Um Mar de Filmes!” nos Monumentos Megalíticos de Alcalar no dia 29 de setembro, pelas 21 horas.

Este filme acompanha o saber singular do processo de produção da aguardente de medronho e a sua presença por toda a região de Monchique, Algarve, através da voz (e do corpo) dos destiladores que prolongam esta arte artesanal. O seu isolamento na serra e o seu paciente labor revelam uma noção particular do tempo e esforço inseparáveis do enraizamento ancestral deste conhecimento empírico. Conta com a participação especial do Grupo Coral da Confraria do Medronho “Os Monchiqueiros” e inclui prova de Medronho. “Um Mar de Filmes!” é um projeto do Rizoma Lab – Associação Cultural

No dia 30 de setembro a entrada nos Monumentos será gratuita.

Comentários (0)

 
Destacar permite ouvir enquanto navegas na página. Essencial para quem usa Firefox
Destacar permite ouvir enquanto navegas na página. Essencial para quem usa Firefox
Destacar permite ouvir enquanto navegas na página. Essencial para quem usa Firefox
Destacar permite ouvir enquanto navegas na página. Essencial para quem usa Firefox
Destacar permite ouvir enquanto navegas na página. Essencial para quem usa Firefox
 
Jan
16
Qua
todo o dia Monstrare – 5ª edição de Mostra ... @ Cineteatro Louletano
Monstrare – 5ª edição de Mostra ... @ Cineteatro Louletano
Jan 16 todo o dia
Monstrare - 5ª edição de Mostra Internacional de Cinema Social @ Cineteatro Louletano
De quarta a sábado o Cineteatro Louletano recebe a Monstrare – 5ª edição de Mostra Internacional de Cinema Social. Este é o primeiro evento em Portugal dedicado exclusivamente ao cinema sobre temáticas sociais, sendo também[...]
09:00 Exposição “Metáfora e Metonímia”... @ IPDJ - Faro
Exposição “Metáfora e Metonímia”... @ IPDJ - Faro
Jan 16@09:00_18:00
Exposição “Metáfora e Metonímia” de João Góis no IPDJ @ IPDJ - Faro
“Metáfora e Metonímia” de João Góis, é a exposição que está patente no IPDJ até 29 de Janeiro. A exposição apresenta os últimos trabalhos a óleo e a aguarela do artista, cujo tema subjacente e[...]
Jan
17
Qui
09:00 Exposição “Metáfora e Metonímia”... @ IPDJ - Faro
Exposição “Metáfora e Metonímia”... @ IPDJ - Faro
Jan 17@09:00_18:00
Exposição “Metáfora e Metonímia” de João Góis no IPDJ @ IPDJ - Faro
“Metáfora e Metonímia” de João Góis, é a exposição que está patente no IPDJ até 29 de Janeiro. A exposição apresenta os últimos trabalhos a óleo e a aguarela do artista, cujo tema subjacente e[...]
Jan
18
Sex
09:00 Exposição “Metáfora e Metonímia”... @ IPDJ - Faro
Exposição “Metáfora e Metonímia”... @ IPDJ - Faro
Jan 18@09:00_18:00
Exposição “Metáfora e Metonímia” de João Góis no IPDJ @ IPDJ - Faro
“Metáfora e Metonímia” de João Góis, é a exposição que está patente no IPDJ até 29 de Janeiro. A exposição apresenta os últimos trabalhos a óleo e a aguarela do artista, cujo tema subjacente e[...]
17:00 “Jazz nas Adegas” com Zeus Faber @ Quinta João Clara - Alcantarilha
“Jazz nas Adegas” com Zeus Faber @ Quinta João Clara - Alcantarilha
Jan 18@17:00_23:15
"Jazz nas Adegas" com Zeus Faber @ Quinta João Clara - Alcantarilha
No fim de semana o Jazz nas Adegas está de regresso com Zeus Faber. A banda procura sempre compor sonoridades multiculturais, tendo como base o jazz e as diversas influências dos músicos envolvidos. O repertório[...]
21:30 “Mozart e o Papá Haydn”, pela Or... @ Teatro das Figuras - Faro
“Mozart e o Papá Haydn”, pela Or... @ Teatro das Figuras - Faro
Jan 18@21:30_22:45
“Mozart e o Papá Haydn”, pela Orquestra Clássica do Sul @ Teatro das Figuras - Faro
Sexta-feira o Teatro das Figuras recebe “Mozart e o Papá Haydn”, pela Orquestra Clássica do Sul. No segundo concerto do ciclo “Amadeus”, a orquestra convida Rui Borges Maia, na flauta e Salomé Pais Matos na[...]
Jan
19
Sáb
todo o dia Monstrare – 5ª edição de Mostra ... @ Cineteatro Louletano
Monstrare – 5ª edição de Mostra ... @ Cineteatro Louletano
Jan 19 todo o dia
Monstrare - 5ª edição de Mostra Internacional de Cinema Social @ Cineteatro Louletano
De quarta a sábado o Cineteatro Louletano recebe a Monstrare – 5ª edição de Mostra Internacional de Cinema Social. Este é o primeiro evento em Portugal dedicado exclusivamente ao cinema sobre temáticas sociais, sendo também[...]
10:00 Festa das Chouriças em Querença @ Querença
Festa das Chouriças em Querença @ Querença
Jan 19@10:00_23:45
Festa das Chouriças em Querença @ Querença
No fim de semana a Festa das Chouriças está de regresso a Querença. Sábado, às 21h na Casa do Povo tem lugar uma noite de fados que abre este certame. Domingo Mercadinho com exposição e[...]
17:00 “Jazz nas Adegas” com Zeus Faber @ Quinta João Clara - Alcantarilha
“Jazz nas Adegas” com Zeus Faber @ Quinta João Clara - Alcantarilha
Jan 19@17:00_23:15
"Jazz nas Adegas" com Zeus Faber @ Quinta João Clara - Alcantarilha
No fim de semana o Jazz nas Adegas está de regresso com Zeus Faber. A banda procura sempre compor sonoridades multiculturais, tendo como base o jazz e as diversas influências dos músicos envolvidos. O repertório[...]
21:30 “Estrelas Al Tango” no Teatro da... @ Teatro das Figuras - Faro
“Estrelas Al Tango” no Teatro da... @ Teatro das Figuras - Faro
Jan 19@21:30_23:30
“Estrelas Al Tango” no Teatro das Figuras @ Teatro das Figuras - Faro
Sábado o Teatro das Figuras recebe o espetáculo “Estrelas Al Tango”. Integrado no Festival de Tango do Algarve, esta é uma homenagem a um género musical que suscita paixões em todo o mundo. Dançarinos e[...]
21:30 III Festival Internacional de Pi... @ TEMPO - Portimão
III Festival Internacional de Pi... @ TEMPO - Portimão
Jan 19@21:30_22:45
III Festival Internacional de Piano do Algarve @ TEMPO - Portimão
Sábado, o TEMPO recebe o III Festival Internacional de Piano do Algarve com a audição do concerto nº1 de Tchaikovsky para Piano e Orquestra. Este concertro é porventura um dos mais conhecidos e icónicos do[...]
Jan
20
Dom
10:00 Festa das Chouriças em Querença @ Querença
Festa das Chouriças em Querença @ Querença
Jan 20@10:00_23:45
Festa das Chouriças em Querença @ Querença
No fim de semana a Festa das Chouriças está de regresso a Querença. Sábado, às 21h na Casa do Povo tem lugar uma noite de fados que abre este certame. Domingo Mercadinho com exposição e[...]
Newsletter
  1. Aguardamos os teus comentários e Sugestões