Calendar

Categorias ▾
  • Academia
  • Academia
  • Cinema
  • Cultura
  • Dança
  • Desporto
  • Exposições
  • Música
  • Teatro

Agenda

+ Expandir − Diminuir Hoje
  1. Out
    18
    Qui

    1. “A Árvore” – Cineclube de Tavira
      21:00 – 22:30

      “A Árvore” é o filme que o Cineclube de Tavira exibe quinta-feira.

      Rodado inteiramente na Bósnia, “A Árvore” tem um homem, uma criança, um rio e uma árvore como protagonistas, e a guerra dos Balcãs como pano de fundo. Segundo André Gil Mata, o realizador, este é um projecto sobre a solidão que data já do tempo em que estudou na Film Factory, a escola de cinema que o cineasta Béla Tarr dirigiu em Sarajevo.

      Seleccionado para competir no prestigiado Festival de Cinema de Berlim, foi o vencedor do prémio de Melhor Realizador na Competição Nacional no IndieLisboa, em 2018.

      “A Árvore”, para ver quinta-feira, às 21h, ao ar livre, no Convento do Carmo em Tavira.

      +
      21:00
      “A Árvore” – Cineclube de Tavira
    2. “O meu país é pior do que o teu” no Teatro das Figuras
      21:30 – 23:00

      Quinta-feira o teatro das Figuras recebe a comédia “O meu país é pior do que o teu”.

      Os humoristas Raminhos e Maurício Meirelles unem-se para um espetáculo inédito de 60 minutos com muita conversa entre esses amigos, improviso e ainda, participações da plateia.

      António Raminhos e Maurício Meirelles vão analisar, comparar e debater as diferenças entre Portugal e Brasil e ver assim, qual é o pior país. Vão analisar temas como: notícias, paternidade, nomes, sotaques, títulos de filmes nacionais, nomes estranhos de comida, etc.

      Um momento de descontração filosófica onde juntos analisam a diferença cultural entre Portugal e Brasil!

      “O meu país é pior do que o teu” quinta-feira, às 21h30 no Teatro das Figuras em Faro.

      +
      21:30
      “O meu país é pior do que o teu” no Teatro das Figuras
  2. Out
    19
    Sex

    1. “1918” no Teatro das Figuras
      21:30 – 23:00

      “1918” é o espetáculo que o Teatro das Figuras recebe sexta-feira.

      Primavera de 1918. O exército alemão lança a sua última ofensiva a Paris, quase impossibilitando a realização das cerimónias fúnebres de Debussy. Os últimos meses da vida do compositor foram passados a compor um conjunto de sonatas nas quais se incluem as sonatas que vão ser interpretadas neste concerto.

      Ravel está presente através do seu trio para piano, mas também porque passou a guerra a conduzir uma ambulância, uma ocupação partilhada por outras personalidades da época, como Ernst Hemingway e Ralph Vaughan Williams.

      “1918”, para ver e ouvir sexta-feira, às 21h30, no Teatro das Figuras em Faro.

      +
      21:30
      “1918” no Teatro das Figuras
    2. “Sem Retorno” no TEMPO
      21:30 – 22:30

      “Sem retorno”, de Ana Alberto e Thora Jorge é o espetáculo que o TEMPO recebe sexta-feira.

      Numa altura em que Portugal se encontra submerso num clima de grande tensão política e agitação social, a figura que ocupa o mais alto cargo político, opta pelo autoexílio e atravessa os mares em busca de silêncio, solidão e liberdade.

      “Sem retorno” é uma reflexão sobre o estado de espírito, personalidade e introspeção acerca dos mundos vivenciados por esta personagem desenvolvida sob o olhar contemporâneo das autoras.

      Para ver sexta-feira, às 21h30, no Teatro Municipal de Portimão.

      +
      21:30
      “Sem Retorno” no TEMPO
  3. Out
    20
    Sáb

    1. “Do saber ao criar: experiências Tecnoromanas na Villa de Milreu”
      14:30 – 18:30

      Sábado, as Ruínas Romanas de Milreu recebem “Do saber ao criar: experiências Tecnoromanas na Villa de Milreu”.

      O projeto dá a conhecer o estilo de vida dos romanos que habitaram o local, assim como recursos naturais locais, técnicas e conceitos científicos por eles aplicados na construção do edificado e na organização dos espaços exteriores.

      Do programa fazem parte várias iniciativas como uma oficina de olaria, uma análise das rochas idênticas às usadas nas edificações romanas, uma apresentação de algumas práticas de planeamento paisagístico, entre várias outras atividades. Há ainda uma mostra de produtos regionais típicos e/ou contemporâneos produzidos a partir de recursos naturais locais.

      “Do saber ao criar: experiências Tecnoromanas na Villa de Milreu” sábado, entre as 14h30 e as 18h nas Ruínas Romanas de Milreu.

      +
      14:30
      “Do saber ao criar: experiências Tecnoromanas na Villa de Milreu”
    2. Miguel Araújo no Teatro das Figuras
      21:30 – 22:45

      Sábado, Miguel Araújo sobe ao palco do Teatro das Figuras.

      Miguel Araújo é um dos artistas mais completos da nova geração. Considerado já um dos grandes nomes da música portuguesa, destaca-se como compositor, letrista, cantor e músico. Depois de Cinco Dias e Meio e de Crónicas da Cidade Grande, editou no ano passado Giesta, o terceiro álbum de originais.

      Neste concerto, vão ser apresentados temas do último álbum, e outros já bem conhecidos do público, como “Os Maridos das Outras”, “Dona Laura” ou “Recantiga”.

      Miguel Araújo ao vivo, para ver e ouvir sábado, às 21h30, no Teatro das Figuras em Faro.

      +
      21:30
      Miguel Araújo no Teatro das Figuras
    3. “Maturado” de Hugo Sousa no TEMPO
      21:30 – 23:00

      “Maturado” de Hugo Sousa é o espectáculo que o TEMPO recebe sábado.

      Hugo Sousa é um comediante, actor e apresentador de televisão português.

      É autor de textos e anda por todo o país com espectáculos de stand-up comedy. Em 2015 e 2016 fez uma tour por várias cidades com “Frenético”.

      2017 foi o ano em que Hugo Sousa apresentou “On the Rocks”, onde incluía várias histórias da sua vida.

      “Maturado” é o seu novo espectáculo de stand-up comedy. Escrito e interpretado pelo próprio, a peça aborda temas relacionados com a sua vida pessoal, histórias de viagens e outros pormenores que não vão deixar a sua mãe orgulhosa.

      Para ver sábado, às 21h30 no Teatro Municipal de Portimão.

      +
      21:30
      “Maturado” de Hugo Sousa no TEMPO
    4. Nádia Sousa e o Maestro Vitorino de Almeida no Club Farense
      22:00 – 23:30

      Sábado o Clube Farense recebe em concerto Nádia Sousa e o Maestro Vitorino de Almeida.

      Ao longo da noite, a voz da cantora faz-se acompanhar pelo piano do Maestro, percorrendo alguns dos mais importantes momentos da música gaulesa e de nomes marcantes como os “imortais” Edith Piaf, Charles Aznavour e Jacques Brel.

      Uma viagem pela música francesa com Nádia Sousa e o Maestro Vitorino de Almeida, sábado, às 22h, no Club Farense.

      +
      22:00
      Nádia Sousa e o Maestro Vitorino de Almeida no Club Farense
  4. Out
    21
    Dom

    1. Samuel Úria em estreia nacional em Loulé
      17:00 – 18:30

      Domingo, Samuel Úria apresenta o seu novo trabalho em Loulé, numa estreia nacional.

      Este é um dos cantautores da sua geração, pelas suas letras, mas sobretudo pela música que compõe, marcada por uma riqueza melódica e variedade vocal e coral incomuns.

      A música de Samuel Úria é o testemunho vivo da simbiose que existe entre música popular e música religiosa, com raízes profundas que vão beber às origens do rock e folk norte-americano.

      Para ver ouvir domingo, às 17h, no Cinetaetaro Louletano, Samuel Úria.

      +
      17:00
      Samuel Úria em estreia nacional em Loulé
 
Destacar permite ouvir enquanto navegas na página. Essencial para quem usa Firefox
Destacar permite ouvir enquanto navegas na página. Essencial para quem usa Firefox
Destacar permite ouvir enquanto navegas na página. Essencial para quem usa Firefox
Destacar permite ouvir enquanto navegas na página. Essencial para quem usa Firefox
Destacar permite ouvir enquanto navegas na página. Essencial para quem usa Firefox
 
Newsletter
  1. Aguardamos os teus comentários e Sugestões